Ivelise Giarolla - Médica Infectologista e escreve sobre inclusão

Ivelise Giarolla - Médica Infectologista e escreve sobre inclusão

Sou médica infectologista, viciada em corrida de rua e amante da culinária.
Casada com meu grande amor Fábio, com quem tenho duas pequenas, Marina e Lorena e uma enteada tão igualmente preciosa, Luiza.
Colunista da Pais&Filhos desde a gestação da minha segunda filha, que nasceu com Síndrome de Down. Escrevo sobre a experiência dessa maternidade que tomou um rumo diferente do qual pensava, mas que me mostrou que não tenho nada a temer, basta viver com amor e sabedoria.

Trabalhar ou não trabalhar? Eis a questão

Trabalhar ou não trabalhar? Eis a questão
18/OUT - Ivelise Giarolla - Médica Infectologista e escreve sobre inclusão

Nos decorrer dos anos, nós mulheres tivemos amplas conquistas e com essa bagagem veio o direito de trabalhar de “igual para igual” com o homem da casa, antigamente o único provedor da renda familiar. Porém o direito de trabalhar não isentou a mulher de cuidar da casa e da família, ou seja, trabalho agregado. E eu sei muito bem disso. Sou médica infectologista, amo minha profissão, mas muitas vezes o profissional da área da saúde tem uma carga horária de trabalho extenuante. 

Leia mais

 

O que é um problema para você?

O que é um problema para você?
14/JUL - Ivelise Giarolla - Médica Infectologista e escreve sobre inclusão

Desde que soube do diagnóstico que minha segunda filha, a Lorena, nasceria com Síndrome de Down, passei a me perguntar, quase que diariamente, o que significa a palavra problema. 

Leia mais

 

A vida como ela é.

A vida como ela é.
22/JUN - Ivelise Giarolla - Médica Infectologista e escreve sobre inclusão

A vida como ela é

Dia 25/09/12 foi o dia em que a Terra parou por uns segundos para mim. Não conseguia raciocinar após meu marido me comunicar que o exame que fiz havia acusado 47XX+21, ou seja, a bebê que estava esperando nasceria com síndrome de Down. Na realidade eu já sabia, lá no fundo da minha alma, esse resultado. Desde o início da gravidez, achava que alguma coisa estava errada. Sexto sentido de mãe nunca falha.

Lorena nasceu, após uma gestação angustiante e cheia de expectativas, linda e sem nenhuma complicação, aos 04/02/13. Assim, começou sua vida fora do útero materno, na mesma Terra que parou uns instantes, mas que continuava girando e girando, fazendo o tempo passar para contar toda uma historia de vida.

Leia mais

 

 

1

Elizabeth Monteiro 2016. Todos os direitos reservados.
Cereja.in